Tratamento com Ibogaína

Tratamento Involuntário ou Compulsório com Ibogaína e Heantos

Muitas vezes, o dependente afetado pelo uso de substâncias químicas começa a ter problemas de convivência em sociedade, principalmente familiares.  E nesses casos é comum recusar ajuda ou tratamento com Ibogaína.

Em algumas situações em que o dependente se torna um risco para si ou para os que estão a sua volta, a família pode solicitar um tratamento involuntário.  O pedido deve ser avalizado por um médico depois de examinar o paciente e comprovar a necessidade.

Em casos mais extremos, esse pedido pode ser feito judicialmente, caracterizando tratamento compulsório. Geralmente isso ocorre depois que o dependente teve algum problema com a lei em decorrência do uso de drogas ou álcool.

É hora de optar pelo tratamento Involuntário?

 

O tratamento involuntário deve ser o último recurso, quando já se esgotaram todas as possibilidades de diálogo com o dependente.

É normal que os familiares fiquem com muitas dúvidas. Eles temem solicitar o tratamento involuntário e este não surtir os efeitos desejados. Mas também receiam esperar e nesse tempo a situação se agravar e fugir ao controle.

Enfim, é muito difícil saber a hora exata de agir. Se você está preocupado com a situação de seu parente, procure a Clínica IBTA Saúde. Os profissionais estão aptos para auxiliá-lo nesse momento tão crucial.

Tratamento com Ibogaína e Heantos

 

Em todos os tratamentos, o paciente deverá ser avaliado por um profissional capacitado e o recurso terapêutico deve ser definido em comum acordo entre médicos, familiares e o próprio paciente, se este se dispuser a participar das decisões.

Na Clínica ITBA Saúde, o tratamento com ibogaína associada ao Heantos tem muitas vantagens. Portanto os resultados aparecem em menor tempo, o paciente recobra mais rapidamente a capacidade de   cuidar de si, diminuindo significativamente o degaste de todos os envolvidos.

Como Ibogaína e Heantos tratam a dependência?

Ibogaína e Heantos são substâncias complementares. A ibogaína tem melhor resultado no início do tratamento, pois restaura as células do sistema nervoso e restitui a conectividade das sinapses.

Todavia ela também contribui para a retomada da produção de hormônios como a dopamina e a serotonina. Assim a capacidade do paciente de ter sensação de bem-estar e de prazer, prejudicada pelo uso de substâncias químicas, é recuperada.

O Heantos tem ação complementar, reforçando a inibição dos sintomas de abstinência e favorecendo a capacidade do paciente a se manter longe das drogas e do álcool

Oferecer tratamento involuntário a um amigo ou familiar é uma decisão muito difícil. Consulte os especialistas da Clínica IBTA Saúde e tire todas as suas dúvidas a respeito.

veja mais sobre a gente:
ibtaina.com.br
veja mais sobre o nosso trabalho:
ibtasaude.com.br

SAIBA MAIS SOBRE O NOSSO TRATAMENTO

VER SITE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *